Tendências de nutrição: Como utilizá-la nas consultas!

Sites, blogs, programas de TV, revistas e outros trazem diversas informações sobre nutrição, muitas vezes questionadas pelos pacientes no consultório, saiba utilizar essas tendências de nutrição nas suas consultas.

A obesidade e os maus hábitos alimentares estão presentes em toda a parte do mundo. Sabemos que metade da nossa população está acima do peso caminhando para obesidade, e isso é muito preocupante!

Diversos canais de comunicação, como revistas, programas de TV, sites e blog tocam no assunto sobre saúde e alimentação, e muitas vezes de forma errônea. Além disso muitas personalidades da mídia, como blogueiras, atores e atrizes, cantores costumam publicar em suas redes sociais o que eles fazem para manter a forma.

Nossos pacientes desesperados para chegar ao corpo perfeito começam a seguir essas informações equivocadas (muitas vezes) e chegam cheios de dúvidas no nosso consultório!

 

QUAIS SÃO AS TENDÊNCIAS DE NUTRIÇÃO PARA O FUTURO?

  • Lojas de produtos naturais:

Muitas pessoas visando uma alimentação saudável vão a lojas de produtos naturais encontrar alimentos que são saudáveis. Algumas lojas possuem nutricionistas que orientam o público, mas em muitas essa realidade não existe, portanto fique de olho nas novidades do mercado, das marcas conhecidas lançando produtos que prometem baixo açúcar, sem lactose, sem glúten, rico em fibras.

Dica: Para pacientes que questionam diversos produtos dessas lojas, peça para que traga os rótulos dos produtos que está consumindo e ensine a identificar se o produto possui todas as características que promete. Para quem atende como personal diet que tal fazer uma visita com o paciente a uma dessas lojas?

  • Alimentação Sem glúten, sem lactose:

Mania entre famosos, as dietas sem glúten e sem lactose vem ganhando muitos adeptos! Cada nutricionista tem uma conduta relacionada a esses nutrientes, porém o público leigo muitas vezes não entende esses conceitos e começam uma busca frenética por esses alimentos para emagrecer.

Sempre oriente bem os seus pacientes esclarecendo todas as dúvidas. Muitos acham que só vão conseguir resultados se eliminar esses produtos, porém não conseguem comprar pelo custo elevado.

Dica: Ajuste a dieta de acordo com as patologias apresentadas e condição econômica de seu público.

  • Alimentos orgânicos

Hoje em dia tanto a população como os órgãos públicos estão preocupados com o uso de agrotóxicos nos alimentos. Muitos pacientes gostariam de utilizar esses produtos, porém não são todos que conseguem comprar, uma vez que o seu custo em supermercados é mais alto. Estimule seu paciente a optar por esses alimentos, ou até mesmo incentive-os a ter sua própria horta em casa.

Dica: Tenha a mão os locais onde existem feiras orgânicas ou oriente o seu paciente a entrar no site do IDEC, lá é possível buscar endereços de várias feiras orgânicas.

  • Vegetarianismo

Uma das grandes tendências de nutrição já alguns anos continua para o futuro. Existem diversos tipos de vegetarianismo, como ovolactovegetariano, vegano, frugivorismo, crudivorismo, entre outros. Sempre converse com seu paciente perguntando quais os motivos que levaram a se tornar um vegetariano e quais as dúvidas referentes a alimentação.

Dica: Sempre atente-se ao consumo de proteínas vegetais nesses pacientes, muitos deles às vezes não gostam ou deixam de comer uma das fontes mais importantes: leguminosas.

  • Dietas restritivas

Muito polêmicas, as dietas restritivas ganham cada vez mais espaço, seja a dieta da proteína, dieta da sopa, dieta detox, dieta do arco-íris, dieta da lua, entre outras. Os pacientes chegam pedindo por essas dietas milagrosas e o papel do nutricionista deve ser explicar quais são os contras desse tipo de dieta e os possíveis malefícios que elas trazem.

Dica: Entre em sites, revistas e blogs para ficar por dentro de quais as dietas que estão na moda!

  • Produtos com alto teor de proteínas e dietas ricas em proteínas

No Instagram e páginas de facebook existem diversas receitas ricas em proteínas ou com uso de suplementos do tipo Whey Protein. Essas receitas prometem o benefício de ser fit e com alto valor proteico, porém é necessário o cuidado para pacientes com restrição de proteínas.

Dica: Siga os principais blogueiros e redes sociais sobre receitas fits para você ficar de olho no real valor nutricional dessas receitas. Você também poderá usar essas receitas a seu favor repostando-as incluindo as reais informações.

  • Uso de suplementos alimentares

Pacientes que começam atividade físicas querem emagrecer rápido ou ganhar muita massa muscular, muitas vezes chegam no consultório já utilizando diversos suplementos alimentares e que muitas vezes não são necessários. Converse bastante com o seu paciente e explique os conceitos de suplementação.

Dica: Fique de olho em publicações da Anvisa e INMETRO sobre a composição dos suplementos e também visite fóruns e grupos sobre musculação e esporte na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *